República democrática do Congo

República democrática do Congo - consultado também a como Manual do transportador, Manual do transportador Congo, e Dr. Congo — (anteriormente Zaire) está uma nação dentro África central e o terceiro país o maior no continente. Limita e no norte, , , , e no leste, e no sul, e República do Congo no oeste. O país aprecía o acesso ao mar com um estiramento estreito de quarenta quilômetros, seguir Rio de Congo no . O "Congo conhecido" (meaning "caçador") é inventado após Bakongo tribe, vivendo na bacia do rio de Congo. Anteriormente, Belga do , o nome da borne-independência do país foi mudado dentro , de Congo (após seu capital, para o distinguir da república de Congo, ou de Congo) a , até . Desde , que o país sofreu extremamente do devastating Em segundo Guerra De Congo (consultado às vezes como à guerra de mundo africana), o conflito o mais mortal desde .

République Democratique du Congo
Bandeira Revestimento de braços
Motto: Democracia - Justiça - Unidade </br> : Démocratie - justiça - Unité
Anthem: Debout Congolais
Importante
4°24 ' S 15°24 ' E
Línguas oficiais (Lingala, Kikongo, Swahili, Tshiluba são as línguas nacionais)
Governo Governo transitional
Joseph Kabila

- data
De
,

? Total
? Água (%)

()
3.3%
População
2004 est.
1938 census

Densidade

58.317.930 ()
10.217.408

24/km² (182)
()
? Total
? Por o capita
2003 estimativa
¹ 35.798 (77)
673 (162)
Franco de Congolese ()

? Verão ()
CET, EET (UTC+1 a +2)
não observado (UTC+1 a +2)
.Cd
+243
a estimativa do ¹ é baseada sobre regressão; outras figuras do PPP extrapolated das estimativas internacionais as mais atrasadas da marca de nível do programa da comparação.

Índices

History

Artigo principal:

Pre-history de Congolese

Artigo principal: History Adiantado De Congolese

De 2000 BC ao ANÚNCIO 500, ondas de moveram-se em o que é agora a república democrática do Congo (embora o termo "Congo" abrange geralmente Congo-Brazzaville neighboring também) do noroeste, adicionando a e deslocando o indígeno Pigmeu populações nas regiões do sul do estado moderno do manual do transportador. Migrações subseqüentes do Darfur e Kordofan regiões de no nordeste, as.well.as Africanos Do leste migrar no oriental adicionou à mistura de grupos étnicos. Os bantus importaram técnicas da agricultura e do iron-working de na área, as.well.as o estabelecimento da família Bantu da língua como o jogo preliminar das lingüetas para o Congolese.

No quinto século, uma sociedade começou a tornar-se em uma região que abrangesse inicialmente somente uma área de 200 quilômetros ao longo dos bancos do Rio De Lualaba no dia moderno . Esta cultura, sabida como Upemba, evoluiria eventualmente no mais significativo Luba reino.

O processo em que as sociedades de Upemba do original transitioned no reino do luba era gradual e complexo. Esta transição funcionou sem interruption, com diversas sociedades distintas que tornam-se fora da cultura de Upemba antes do genesis do luba. Cada um destes reinos transformou-se dívida muito rica principalmente à riqueza mineral da região, especial dentro minérios. A civilização começou a tornar-se e executar e cobre tecnologia, além a negociar dentro e outros bens. O luba estabeleceu uma demanda comercial forte para suas tecnologias do metal e pôde instituir uma rede comercial primitiva mas de longo alcance (as conexões de negócio estenderam sobre 1500 quilômetros, toda a maneira ao ). Pelo o reino teve um governo central forte estabelecido baseado no chieftainship.

Reinos medievais

O Federation De Kuba

Artigo principal: Federation De Kuba

O reino de Kuba, ou mais exatamente, Kuba O federation, era uma entidade política (uma que compreende uma coleção de aproximadamente vinte grupos étnicos Bantu) que começou a se tornar fora de um número de estados descentralizados, étnicamente Bantu (a saber luba, Leele, e Wongo grupos étnicos). O capital do federation era Nsheng, que é agora Mushenge moderno. O nome "Kuba" é derivado do termo usado pelo luba (cujo reino colocado ao sul do Kuba) para a civilização. Por causa de seu remoteness relativo no Congo do sul, Kuba foi poupado pela maior parte o turmoil de ambos Europeu e Afroaraber comércios do escravo. Em conseqüência, a civilização podia manter-se até . Também a dívida principalmente a sua posição, nivela em seguida estabeleceu oficialmente Congo Livra O Estado em 1875, o Kuba podia sustentar seu federation, que compreendeu algum 100.000 quilômetros quadrados e teve uma população de aproximadamente 150.000 habitantes.

O Império Do Kongo

Artigo principal: Império Do Kongo

Pelo décimo quinto século, a força política dominante da região de Congo era . O kongo era um estado altamente desenvolvido situado primeiramente na parcela do sudoeste do Congo moderno, além às parcelas ocupando de do norte e . O estado foi anotado particularmente por Europeu em sua chegada como sendo desenvolvido um sistema intricado do taxation. Em sua extensão mais grande, o império alcançou do no oeste ao Rio De Kwango no leste, e do no norte ao Rio De Loje no sul. O reino foi dirigido por um rei sabido como Manikongo quem exercitou sua autoridade sobre Bakongo (povos do kongo) de seu capital dentro Mbanza-mbanza-Kongo, de que cresceu na cidade atual do dia Salvador Do Sao. O império estabeleceu-se como o cubo de um extensivo Africano Central rede de comércio em que negociou escravos especial, junto com outro recursos naturais. O kongo venderia eventualmente assim muitos povos no slavery que o império desmoronou devido à falta de recursos humanos e de guerra com .

Outros estados

Havia outro numeroso, mas uns estados muito menores dispersados durante todo o território no norte e um nordeste da bacia, com Pigmeus e outro primeiramente caçador-hunter-gatherer populações situadas na maior parte nas parcelas do sul da região. Da nota particular é que as populações das regiões orientais do Congo premordial disrupted pesadamente slaving constante, principalmente de Zanzibari negociantes slave. O comércio slave nesta parcela de África era primeiramente na natureza (ao contrário do europeu ou ) e as pessoas capturadas foram enviados tipicamente fora ao ou terras arrendadas de para o trabalho.

Exploração e administração européias (1870-1960)

Artigos principais: Colonização do Congo, Congo Livra O Estado,
Clearing tropical forests ate away at profit margins. However, ample plots of cleared land were already available. Above, a Congolese farming village (Baringa, Equateur) is emptied and levelled to make way for a rubber plantation.
As florestas tropicais de cancelamento comeram afastado em margens de lucro. Entretanto, os lotes amplos da terra cancelada estavam já disponíveis. Acima de, um Congolese que cultiva a vila (Baringa, Equateur) é esvaziado e nivelado para fazer a maneira para uma plantação de borracha.

A exploração e a administração européias ocorreram do até . A área foi traçada primeiramente pelo explorador britânico . Preparou a região para a colonização européia. Stanley tinha empreendido suas explorações principalmente sob o sponsorship do rei Leopold II de Bélgica, que desejou o que devia se transformar o Congo como uma colônia. Em uma sucessão das negociações Leopold, professando objetivos humanitários em sua capacidade como o presidente do Associação Internationale Africaine, jogado um rival europeu de encontro ao outro. O território de Congo foi adquirido formalmente por Leopold no Conferência de Berlim em 1885. Fêz à terra sua propriedade confidencial e nomeou-a Congo Livra O Estado. O regime de Leopold começou a empreender vários projetos do desenvolvimento, tais como a estrada de ferro que funcionou da costa a Leopoldville (agora Kinshasa) que fêz exame de anos para terminar. Quase todos estes projetos foram visados que aumentam o Leopold importante e seus cohorts poderiam extrair da colônia, conduzindo à exploração atrocious dos africanos. No estado livre, a população local brutalized na troca para , um mercado crescente com o desenvolvimento dos pneus de borracha. Vender da borracha fêz uma fortuna para Leopold, que construiu diversos edifícios dentro e Ostend à honra ele mesmo e ao seu país. Durante o período entre 1885 e 1908, entre cinco e quinze (a figura geralmente aceitada é aproximadamente dez) milhão Congolese morridos em consequência da exploração e das doenças. Para reforçar os quotas de borracha, Força Publique (FP) foi chamado dentro. O FP era um exército, mas seu alvo não era defender o país, mas ao terrorise a população local a força Publique fêz a prática de cortar fora dos membros dos nativos como meios de reforçar os quotas de borracha uma matéria da política; esta prática era disturbingly difundida. Entretanto, havia uns protestos internacionais spearheaded principalmente perto E. D. Morel e patriot britânico de diplomat/Irish , cujo o relatório 1904 no Congo condemned a prática, as.well.as escritores famosos como Marque Twain. ocorre também no estado livre de Congo. Em 1908, o parliament do belga curvou-se à pressão internacional a fim conservar seu último bocado do prestige em Europa, adotando forçosamente o estado livre como uma colônia belga do rei. De então sobre, tornou-se , mas em termos práticos, coisas mudou somente ligeiramente.

Durante o exército pequeno de Congolese conseguiu diversas vitórias de encontro ao Italianos em África norte. O Congo belga, que era também rich nos depósitos de urânio, forneceu o urânio que foi usado construir as bombas de átomo americanas que destruíram Hiroshima e Nagasaki, Japão, ajudando traz a segunda guerra mundial a uma extremidade.

Crises Da Borne-Independência

Artigo principal: Crise De Congo

A Primeira República (1960-1965)

Congo tornou-se independente sobre , , após quase uma década do esforço político; Bélgica retirou-se finalmente, temendo uma guerra para a independência similar àquela em Argélia. O primeiro ministro principal, (1925-61), era um membro do tribe polìtica menor de Batatele; foi educado em escolas da missão e trabalhou mais tarde como um caixeiro postal. Transformou-se um membro do comitê permanente da conferência Todo-Africana dos povos (fundada dentro , 1958) e presidente do movimento nacional de Congolese, um partido político influential. Após um uprising de janeiro 1959, fujiu o país para escapar da apreensão mas retornou logo. Tarde em 1959, acusado de instigating a violência pública, jailed pelos belgas mas foi liberado (1960) para participar na conferência de Bruxelas Congo, onde emergiu como um negotiator principal. Quando a república do Congo-Leopoldville foi estabelecida como uma nação independente, Lumumba era seus primeiros premier e ministro da defesa. Foi chamado Congo-Leopoldville para distingui-lo de seu vizinho do noroeste, a república de Congo-Brazzaville, que se tornou independente mais tarde em agosto desse ano.

Guerras de Secession (1960-1965)

Image of Kinshasa and Brazzaville, taken by NASA; the Congo River is visible in the center of the photograph
Imagem de Kinshasa e de Brazzaville, feita exame por NASA; o rio de Congo é visível no centro da fotografia

Logo após a independência, o exército, conduzido ainda pelos oficiais de Belga, mutinied após ter ouvido a declaração por um general belga que as "coisas não mudem apenas por causa da independência". A revolta militar continuou até o presidente Kasavubu e Lumumba substituiu os oficiais belgas por Africano, que resultou em a maioria de fujir dos belgas e assim no ruído elétrico da administração da nação nova. O governo belga voou nas tropas para proteger cidadãos belgas, e no Lumumba apelado para o dae (dispositivo automático de entrada) ao . Os UN emitiram as tropas para reestablish a ordem, que foram suportadas fortemente pelos estados unidos, que acreditaram Lumumba para ser um comunista e o quiseram evitar o Congo que gira para a URSS por todos os meios. Ao mesmo tempo os rich declarou sua independência. Como uma operação militar em agosto 1960 para regain uma província mais adicional do secessionist, Kasai (Kasai Sul), falhado, Lumumba exijiu que os UN se movem de encontro a Katanga, mas quando os UN reiterated a Lumumba que era uma força neutra do peacekeeping e não podia conseqüentemente lutar de encontro a uma província do secessionist, Lumumba pediu a URSS para o dae (dispositivo automático de entrada), que recebeu e utilizou. O presidente Eisenhower dos E. U. pensou de que a URSS usava Lumumba estabelecer um stronghold comunista em África central. Eisenhower e Bélgica deram a ordem à matança Lumumba, mas uma tentativa com um toothbrush do veneno não foi empreendida. Imediatamente depois deste, o presidente Kasavubu, seu rival para o poder, demitido lhe como o ministro principal e lhe, por sua vez, demitiram Kasavubu como o presidente. Pouco depois, Lumumba foi posto sob a apreensão da casa pelo coronel Joseph Mobutu. Lumumba escapado para juntar seus supporters em Stanleyville mas foi recapturado e voado então (janeiro, 1961), em ordens do ministro belga de casos africanos, a seus inimigos jurados em Katanga. Na maneira e dois de seus assistentes foram torturados áspera por um comando do Belga-Congolese e em cima da chegada foram transferidos no posession da liderança de Katangese. Na mesma noite onde chegou, Lumumba foi empacotado em um outro combóio que dirige no arbusto. Extraiu acima ao lado de uma árvore grande. Três squads ateando fogo tinham sido montados, comandado por um belga. Um outro belga teve o comando total do local da execução. Lumumba e outros dois camaradas do governo foram alinhados acima de encontro a uma árvore grande. Presidente Moise Tshombe

 

  > Português > en.wikipedia.org (Traduzido por computador no português)